gototopgototop
Nova pagina 3

 

forex trading logo


... Enquete

O que você mais acessa no Portal Dystacks?
 
Home Notícias Brasil TAC que previa retirada de búfalos de reserva ambiental não foi cumprido
Um homem que nunca muda de opinião, em vez de demonstrar a qualidade da sua opinião demonstra a pouca qualidade da sua mente. (Marcel Achard)

TAC que previa retirada de búfalos de reserva ambiental não foi cumprido PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 0
PiorMelhor 
Publicado por: : Nilton Santos   
Qua, 13 de Maio de 2015 09:06

Criação no Lago Piratuba causa impacto ambiental na região, diz ICMBio.
Ministério Público Federal vai avaliar a situação da reserva.Incêndio destroi vegetação de campos e florestas de várzea no Amapá (Foto: Reprodução/TV Amapá)

Criação de búfalos pode contribuir para a ocorrência
de incêndios no local (Foto: Reprodução/TV Amapá)

A criação de búfalos na Reserva Biológica do Lago Piratuba, ao Leste do Amapá, ainda é um dos motivos para os impactos ambientais na região, segundo o Instituto Chico Mendes da Biodiversidade (ICMBio). Para tentar solucionar o problema, um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) foi assinado em 2010 entre os fazendeiros e criadores de animais da região. O documento previa a retirada de animais da área, mas poucos avanços foram registrados, segundo o instituto.

A analista ambiental do ICMBio Patrícia Pinha diz que a presença de búfalos tem provocado impactos ambientais e modificado o ambiente natural, tornando-o mais seco e propenso a desastres ecológicos, como o incêndio ocorrido em novembro de 2014, que atingiu cerca de 3 mil hectares de área. Em cinco anos nenhuma retirada de animais foi registrada.

“Nos últimos anos incêndios foram registrados na reserva ambiental e a criação bubalina tem contribuído para isso. A região, que antes era alagada, com a presença dos búfalos sofreu assoreamento. A Reserva do Piratuba não permite a presença de uma fauna exótica”, explica.

O TAC assinado em 2010 previa que os fazendeiros e criadores de animais que vivem no entorno da reserva retirassem os búfalos que vivem soltos dentro da unidade. À época, dos 17 criadores, 12 assinaram o documento para retirar os animais.

Na segunda-feira (11), representantes do ICMBio, Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama) e Ministério Público Federal (MPF) se reuniram para discutir sobre a situação atual da reserva. De acordo com Patrícia Pinha, um relatório será encaminhado para que o MPF avalie o caso.

“Apesar de terem ocorrido avanços, como o controle de animais na área, ainda há um número considerável de búfalos irregulares dentro da reserva, mas não podemos divulgar a quantidade, pois isso pode atrair pessoas que queiram capturar esses animais ilegalmente”, explicou.

Fonte:http://g1.globo.com

 

Receba novidades do Portal Dystacks diretamente no seu e-mail, Assine já!

... PUBLICIDADE

itumbiara_go

... Total / Visitas

mod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_counter
mod_vvisit_counterHoje2185
mod_vvisit_counterOntem2502
mod_vvisit_counterEsta semana18992
mod_vvisit_counterSemana passada26883
mod_vvisit_counterEste mês90143
mod_vvisit_counterMês passada51342
mod_vvisit_counterTodos os dias19849756

Temos: 6 bots online
O seu IP: 54.166.201.210
 , 
Hoje: 25 Jun, 2017
Contador de visitantes

... Total / Membros

  • 3334 membro(s) registrado(s)
  • 0 hoje




2016 © Dystacks.com.br - Todos os direitos reservados.